Translate

terça-feira, 18 de setembro de 2012

Entrando em pane

Banalidade revestida de livros, sonhos e poesia. Seria uma vida sem nexo, trivial? Ou seria ela recheada de conhecimento, sentimentos, conceitos, cordialidade e irrealidade? Difícil é a tarefa de descobrir o real sentido da vida. Estar em meio a tudo, mesclada com pessoas em todos os cantos. Falar coisas sem sentidos, ouvir histórias mirabolantes... Momentos intensos, porém passageiros. Fazer dos sorrisos, gargalhadas e das tristezas, solidão. 
Às vezes o único sentido é não ter sentido nenhum. Às vezes o nada é o único refúgio. Os olhos demonstram seu brilho e ao mesmo tempo ofuscação. Uma vida de balelas, mentiras e ao mesmo tempo realidade. Tudo é superficial, onde o que conta é aquilo que não sabemos nem mesmo o significado. Seríamos a verdade ou a mentira? Estamos descansando ou deixamos de existir? O que é normal ou anormal? Tudo na simplicidade ou algo que lhe camufle? De que adianta uma casca tão carrancuda ou então falsa se o que vale é o ‘miolo’? A mente não desliga, somente trabalha, trabalha... Até a hora que nos encontramos assim... em pane.

Por Mariane N. Souza

Um comentário:

UP agradece sua visita e o seu comentário. Sinta-se sempre bem vindo ao nosso cantinho.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...