Translate

quarta-feira, 18 de março de 2015

Quem viu o amor?

Cadê o amor?
Para onde foi?
Talvez esteja enterrado,
No mais profundo buraco.
Teria ele um retorno?
Não se sabe! 
Pode estar escondido
Ou aqui pertinho
Mas e se foi embora e não quer mais voltar?
Espera! Existe amor? 
Não é mais uma palavra bonita com sentido subjetivo?
Seria o amor a lágrima que cai?
Ou é a dor do coração que tem o nome de amor?
Mas se dizem que o amor é lindo e deixa tudo mais deslumbrante, por que ele seria uma dor ou então derrubaria lágrimas?
Fala-se tanto em amor, mas não se sabe qual seu sinônimo, nem por onde anda, nem onde fica e nem qual é o seu cheiro.
Na verdade só sabe o que é o amor, quem ama, só sente o seu cheiro, quem vive por ele, só sabe a sua cor, quem enxerga com olhos de amante. Só se sabe o que é o amor, quem derruba lágrima por ver seu (sua) amado (a), filho/filha, pai/mãe, irmão/irmã, avô/avó... chorar, quem abraça com ternura pra dar conforto e colo aconchegante, quem acorda com beijo doce e sorriso de bom dia, quem pega na mão e caminha por aí, quem ri do que não tem graça, quem abraça na hora do medo. Só se sabe o que é amor, quem aprende a amar, aprende a definição de respeito, de cumplicidade, de reciprocidade, quem confia de olhos fechados, quem enxerga colorido onde todos não vêem cor. Só se sabe o que é o amor, quem ama incondicional, doa-se sem esperar retorno.

Por Mariane N. Souza
Fonte: Google Images



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...