Translate

domingo, 18 de maio de 2014

Resiliência

Estar exposto ao fracasso, acordar com pensamentos negativos, procurar desculpas para justificar atitudes, reclamar sem buscar a solução... São algumas atitudes de quem não consegue encontrar em si coragem e força para lutar.
É tão fácil reclamarmos de tudo que acontece. Errar, errar e continuar errando, sempre com as mesmas ações, sem nem mesmo pensar no porque delas. É tão menos complexo encontrar uma desculpa para justificar qualquer atitude errônea que cometemos. É mais simples culpar os outros do que assumir nossos erros. 
Quantas vezes não encontramos pessoas que nos causam piedade, pensamos nelas como seres frágeis que só ‘apanham’ da vida, mas, ao mesmo tempo, não fazem diferença alguma no nosso cotidiano. Apenas passam, sentimos dó, e se vão como se apagassem no horizonte. 
O fato de existirem períodos ruins em nossa vida não é motivo para desanimar e reclamar desde o levantar ao adormecer. A fragilidade existe dentro de todos, isso é fato. O corpo não tem estrutura suficiente para recomeçar todos os dias e por conta disso é importante que haja uma força mental mais intensa, que consiga superar algumas adversidades sem medo de tentar novamente.
Quando estamos “de mal com a vida” a dificuldade em alcançar os objetivos propostos, atingir as metas que traçamos, procurar a solução dos problemas – e encontrá-los –, triplica. Muitas pessoas procuram esconder-se atrás de máscaras para não admitir o que realmente pensam ou têm vontade de fazer diante do outro ou da sociedade, isso vem a tornar-lhes amargos, “incolor”, incrédulos e, para completar a lista dos ins, insuportáveis. É deprimente estar ao lado de quem reclama de tudo, até de si mesmo.
É importante que aprendamos a lidar com as dificuldades, encontrar o caminho certo para a solução dos “dilemas” e adversidades que nos assombram. Já viram problema matemático ser resolvido sozinho? Se ninguém tentar encontrar a solução, jamais surgirá a resposta! A fórmula de Bhaskara não apareceu sem ele pesquisar, estudar... Todos os dias serão horríveis se continuarmos a insistir que eles são horríveis. A mente tem um poder que jamais conseguiremos desvendar. Quanto mais negativo pensamos, mais acontecimentos ruins surgem e quanto mais positivo pensamos, mais conseguimos superar os obstáculos e atingir os objetivos. Essa questão está presente até mesmo na matemática, é a tal regrinha dos sinais: + (mais) e + (mais) = somam e conserva o sinal, – (menos) e – (menos) = somam e o sinal continua negativo. E aí, quer somar e continuar com sinal negativo ou positivo? É você quem escolhe!
Não é ótimo ouvir um elogio? Não nos estimula a ser melhor? Então por que não elogiamos também? Talvez fosse uma forma de deixar o ambiente ao nosso redor mais leve e então contribuir para encontrar essa “positividade” individual e consequentemente alheia.
Outra atitude interessante, que cabe citar aqui, é o fato de aprender a pensar nos problemas, organizar a mente e tentar resolver um a um. É mais simples colocar a cabeça no lugar, tentar descobrir o que está causando aquele sentimento ruim e encontrar a solução para ele. A qualidade de vida seria muito maior se todos aprendessem a não agir por impulso e usar a adversidade a seu favor e não contra si.
Durante nossa “linha do tempo existencial” encontramos pessoas de todas as formas, algumas que têm um poder de reerguer-se das cinzas – o que é admirável –, mas ao mesmo tempo, pessoas com tão baixo autoestima, tão carentes de amor próprio e vontade de crescimento que nos deixam extasiadas. É importante que repensemos melhor sobre algumas atitudes ou em como estamos agindo para contribuir com o “bom humor social”, buscando nossa resiliência. É mais prazeroso aprender a ver colorido do que estar sempre preso nesse mundo preto e branco repleto de infelicidades.

Por Mariane N. Souza
Fonte: Google Images

Nostalgia

Quando a saudade bate forte
A mente me faz lembrar
Dos momentos em que nos amamos
Na claridade do luar

Por Mariane N. Souza
Fonte: Google Images



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...