Translate

segunda-feira, 16 de abril de 2012

Férias...

A partir do momento em que começamos a trabalhar, uma semana após, já imaginamos como seriam nossas férias. O dia em que a tiraríamos e o que faríamos enquanto estivéssemos de férias, planejamos tudo, viagens, passeios, ficar mais em casa, organizar as coisas, limpar o jardim, fazer exercícios, estudar, ler, assistir filmes, ou seja, fazer tudo que durante a semana de trabalho não dá tempo. Estou mentindo? Não! Tenho certeza que não, quem trabalha fora sabe que isso é a mais pura realidade. 
Chega o último dia de trabalho, você está muito animado, chega em casa não quer nem pensar no que vai fazer, esquecer tudo, só ficar descansando. Primeiro dia já acorda às onze horas, ou seja, duas, três horas depois do horário que você está acostumado, então toma seu café, assiste televisão, vai ao mercado, brinca com seu cachorro, cuida dos filhos (quem tem), arruma a casa, assiste um filme e puff o dia acabou. O primeiro dia já foi, o que você diz? “_Ah! Tem muitos ainda pela frente, vou ter vários dias para realizar as outras ‘tarefas’”, dorme tranquilamente, acorda no outro dia no mesmo horário e faz as mesmas coisas, não vê o dia passar, o tempo voa, chega o fim de semana e você afirma: “_Nossa como tempo está passando rápido, a semana acabou e eu nem vi! Mas tem tempo ainda, terei mais dias para fazer o que tinha planejado fazer”. Acaba a primeira semana, inicia a segunda, então resolve fazer aquilo que tinha preparado para suas férias e adivinha, faz tudo na segunda-feira, porque está muito animado, esquecendo dos outros dias de folga. Na terça já volta à rotina da semana passada, acorda tarde, fica em casa, assiste a “Sessão da Tarde” (dorme durante o filme inteiro), vê o que estiver passando na televisão e fica lá sentado entediado, chega a quarta-feira, não aguenta mais ficar em casa, sente saudade do emprego, não quer nem ver mais televisão, está enjoado de dormir, a casa agora está se tornando o pior lugar para ficar, quer sair, fazer algo diferente, ver seus colegas de trabalho, conversar com pessoas diferentes, então resolve dar uma volta e conversar com alguém. Volta tarde para a casa e o dia já acabou, acorda no próximo dia cansado de dormir, sem ter o que fazer, já saiu no dia anterior, então continua sentado o dia inteiro, imaginando o que fazer, lembra dos parentes: “_ Vou passear na casa daquela tia que não vejo há tempos!” Dia acaba, chega sexta-feira, não há o que fazer já foi nos lugares que tinha vontade, então volta para o sofá e continua ‘assistindo’ os filmes da “Sessão da Tarde”. 
As férias acabam, você faz tudo que gostaria de fazer, organiza tudo que tinha de organizar, volta para o trabalho animadíssimo, porque não aguentava mais ficar sentado vendo TV e o melhor com saudade dos seus companheiros de trabalho e chega a conclusão de que férias são sim muito boas, mas é muito melhor continuar no seu trabalho, conversando com pessoas diferentes sobre a atualidade, seu trabalho... Enfim, sobre tudo, então percebemos que a única diferença entre trabalhar e ficar de férias é que de férias você acorda tarde, porque seu trabalho não deixa de ser uma segunda casa e melhor com pessoas diferentes, com opiniões diferentes e que você adora estar junto.

Por Mariane N. Souza

Nenhum comentário:

Postar um comentário

UP agradece sua visita e o seu comentário. Sinta-se sempre bem vindo ao nosso cantinho.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...