Translate

sábado, 1 de setembro de 2012

Lembro-me

Lembro-me da época em que a única preocupação era brincar. 
Lembro-me daquela época em que os desenhos eram os únicos programas de televisão. 
Lembro-me daquela época em que a Sessão da Tarde era um cinema. 
Lembro-me daquela época em que brincava de carrinho, boneca... 
Lembro-me daquela época em que o dinheiro não importava. 
Lembro-me daquela época em que não importava o que as pessoas pensavam, continuávamos falando, cantando, dançando... 
Lembro-me daquela época em que o batuque da música entrava pelos ouvidos e fazia o corpo requebrar.
Lembro-me daquela época em que não nos preocupávamos com aparência
Lembro-me daquela época em que o amor inocente surgia e ia embora sem deixar uma lágrima. 
Lembro-me daquela época em que novelas eram emocionantes, as músicas marcavam. 
Lembro-me daquela época em que o escuro trazia medo. 
Lembro-me daquela época em que legumes eram de outro planeta. 
Lembro-me daquela época em que anoitecia e lá estávamos na rua... brincando. 
Lembro-me daquela época em que só a água já matava nossa sede. 
Lembro-me daquela época em que corríamos pelas ruas e quarteirões, brincando de pique-esconde. 
Lembro-me daquela época em que soltávamos bolinha de sabão.
Lembro-me daquela época em que a vovó contava histórias.
Lembro-me daquela época em que o solado machucava e fazia-nos chorar. 
Lembro-me daquela época em que a mamãe chamando pra entrar era decepcionante. 
Lembro-me daquela época em que o iogurte tinha outro sabor. 
Lembro-me daquela época em que... não necessitávamos de lembranças para sermos felizes.

Por Mariane N. Souza

Nenhum comentário:

Postar um comentário

UP agradece sua visita e o seu comentário. Sinta-se sempre bem vindo ao nosso cantinho.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...