Translate

segunda-feira, 9 de julho de 2012

Sol Poente

Num rápido piscar
Adormeci profundamente
Pus-me num sonho encontrar
Com um rosto sorridente

Tentei enxergar com nitidez
De quem era o tal sorriso
Mas num estalo de rapidez
Acordei indeciso

Foi, somente, um pestanejar
Que confundiu a minha mente
Não tenho com quem sonhar
Que tenha o brilho do sol poente

Por Mariane N. Souza
Obra Sol Poente de Tarsila do Amaral

Nenhum comentário:

Postar um comentário

UP agradece sua visita e o seu comentário. Sinta-se sempre bem vindo ao nosso cantinho.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...