Translate

sábado, 26 de maio de 2012

Conversando com o papel

Gotas de chuva escorrem pelo vidro cheio de relevo da sala barulhenta. As cadeiras estão bagunçadas. Ouço alguns gritos, misturados com conversas em todos os cantos. Trovões fortes lá fora revelam a tempestade que está por vir, chuva forte que leva a sujeira do mundo preparando-o para outra. Porta aberta, pessoas entram, outras saem. Saltos fazem eco no ambiente fechado. Nomes por todos os lados, tosses e batidas. Uns brigando, outros sorrindo. Assuntos diversos, grupos formados. Dedicação sob bagunça. Gestos e vozes. Surreal e realidade. Tudo dentro de um só lugar. No quadro atividades, mas quem se importa, quando tem assuntos mais “interessantes” para serem falados? Complacente, sentada em uma cadeira no centro da sala, com o caderno e lápis em mãos, boca fechada, palavras na mente e chuva lá fora, converso mais que tudo e todos, respondo perguntas e crio dúvidas. Minha mente é o aluno e o papel meu professor.
Por Mariane N. Souza

Nenhum comentário:

Postar um comentário

UP agradece sua visita e o seu comentário. Sinta-se sempre bem vindo ao nosso cantinho.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...