Translate

domingo, 1 de abril de 2012

Século XXI

No século do desapego
A união é incompatível
Os homens e medo
Estão fracos e insensíveis

A dor é companheira
E marca da evolução
O buraco é o homem que cava
Nesse mundo de desilusão

Nasce, cresce e morre
Assim evolução da espécie
Ciência e religião correm
Em busca do seu “mestre”

Cada um escolhe seu lado
Sem pressão nem pressa
No caminho certo ou errado
Vivem todos de promessa

E no fim tudo fica igual
A terra come aquele fez o bem
E o que fez o mal
Sem distinção de quem
Ou qual...
É só assim
Começo, meio e fim
E ponto final.

Por Mariane N. Souza

Um comentário:

UP agradece sua visita e o seu comentário. Sinta-se sempre bem vindo ao nosso cantinho.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...