Translate

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Sonhos

Meus olhos sonolentos
Se fecham devagar
Em um olhar desatento
Adormeço sem pensar

Os sonhos que vão e vem
Durante a noite agitada
As vidas que se encontra aquém
No meio da madrugada

Conversas paralelas
Em um mundo surreal
Histórias balelas
Soam como um recital

A noite passa voando
E o galo tenta-me acordar
Viro para o lado tentando
Voltar a dormir e sonhar.


Mariane N. Souza

Um comentário:

  1. QUE LINDO MARI! QUANTAS VEZES NÓS FAZEMOS ISSO? TENTAMOS DORMIR PARA VOLTAR PARA O MESMO SONHO.BJSS MIRIAM

    ResponderExcluir

UP agradece sua visita e o seu comentário. Sinta-se sempre bem vindo ao nosso cantinho.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...