Translate

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Aurora

Vejo um céu azul, com nuvens branquinhas feito algodão
Fecho os olhos e as sinto na palma da minha mão.

O vento toca meu rosto lentamente e com carinho
Os pássaros cantam alegres assobiando devagarinho.

O sol vai se despedindo em mais um pôr do sol deslumbrante
Ouço quando ele toca na água "queimando-a" no mesmo instante.

Ao longe o trovão ronca e as nuvens fogem com medo
A chuva chega refrescando a noite do aconchego.

As gotas de água caem em sincronia
Os sapos começam a cantar formando uma sinfonia.

A noite passa depressa, mandando a lua embora
Com ela vai a chuva, nascendo a nova aurora.
Por Mariane N. Souza


Nenhum comentário:

Postar um comentário

UP agradece sua visita e o seu comentário. Sinta-se sempre bem vindo ao nosso cantinho.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...